22 anos. Aprendiz eterno e questionador da vida.

Sentimentos abstratos

15:22 Posted by Abraão B. Braun 39 comments
                         Tente me ver através da escuridão
                         Tente enxergar toda esta ilusão
                        
                         Seu olhar forte e frio
                         Seu coração que ninguém nunca viu
                         São sobras  de um passado
                         Frutos de um coração machucado
                         
                         Tente me ver e entender
                         Só não tente me esquecer.

39 comentários:

  1. é aquele negócio: posso ser ruim, mas nao me abandone, vamos consertar tudo, juntos...

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de alguém, aos 17 anos, dentro do contexto que temos hoje, lendo e se interessando inclusive por poesia. Bacana mesmo, siga em frente.

    Aconselho apenas uma pequena revisão antes de publicar, porque pequenos erros são comuns e acabam nos escapando. No trecho "Tente me ver e intender" você acabou trocando "entender" por "intender".

    http://www.saborescomfama.com

    ResponderExcluir
  3. Acho que entender alguém não faria parte de algo abstrato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abstrato é algo diferente,pessoal,onde cada um tem sua interpretação,resolvi incluir desta vez a minha interpretação ao poema,e os sentimentos contidos são de dúvidas,por isso o nome,sentimentos abstratos.

      Excluir
  4. Bela poesia!
    É difícil encontrar blog com textos assim. Gostei daqui, estou seguindo!

    esperando sua visita, se puder, me segue também!
    http://errosxacertos.blogspot.com.br/

    abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Abraão... A sua poesia é simples, mas tocante... recentemente estive (e talvez ainda esteja) vivendo mais ou menos isso... aquele desejo de dizer pra pessoa amada que só queria a compreeensão dela, que ela me visse e me entendesse como sou... mas pena que as pessoas não são sempre como esperamos que sejam, e tudo passou, talvez o pior tenha acontecido e ela de fato me esqueceu, mas é a vida... e ela segue em frente!
    Um abraço e sucesso no blog!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo... Poesia simples, mas de muito significado...

    ResponderExcluir
  7. Linda poesia!
    Parabéns pelo blog!
    seguindo *-*
    me faça uma visitinha :D
    http://maristelasaldanha.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Simples, objetivo, profundo e belo...
    afinal não é por muito falar q será ouvido!

    talento raro hoje em dia!
    parabéns!
    bjo bjo
    http://paradoxoali.blogspot.com.br/2012/08/bagunca.html

    ResponderExcluir
  9. Muito bonita realmente. Ahh essa foto do cabeçalho é linda, ficou um visual incrível.
    http://pitadadecinema.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá meu querido amigo!
    Tudo bem?
    Virei sempre aqui ver o que anda aprontando! ^^
    A Marília, acima, tem razão! Muito bonita a foto!

    ...beijinhos***

    ResponderExcluir
  11. melancolico comunicativo, um texto sucinto e tocante de fato!

    ResponderExcluir
  12. Muito lindo!
    Adorei teu blog!



    http://heavyuserando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Coração frio pelas decepções! Bem escrito, direto e tocante!
    Belo poema

    ResponderExcluir
  14. bem escrito, Parabéns mesmo, bom ler textos como este .

    se puder passa lá
    http://pensamentoscontextualizados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ahh o amor...
    Ficou lindo...Parabens.

    pontosdabeleza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. duvidas atras de duvidas...muito bom o poema...

    ResponderExcluir
  17. Oi, eu não apareci nos seus seguidores por que quando fui seguir percebi que já seguia rsrs!
    beijinhos
    obrigada pela visita XD
    http://maristelasaldanha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito de seu blog, de bom conteúdo e organizado, seguindo aqui, se puder seguir o meu lhe agradeceria muito!

    http://akonrado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. "só não tente me esquecer" muito bonito, parabéns pelo blog :D
    http://where-you-can-always-find-me.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. eu gosto de poesia mais tem poesia q nao entendo

    ResponderExcluir
  21. Oi, Abraão,

    A poesia ficou boa, interessante, deixa espaço para reflexão, mas acredito que você poderia ter informado mais sobre o estado do eu-lírico, que é o primeiro a ser apresentado.

    Abraços,

    Miguel

    ResponderExcluir
  22. Ficou muito bonita, parabéns!

    http://reload-aon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Por vezes o que impede de enxergar o outro tal como ele é, são as limitações causadas pelo tempo, marcas... O pior é que quando não se vê, cria-se um ser no imaginário, e isso é o que frusta quando se olha e não se vê o que a imaginação criou. É preciso demorar-se ao olhar o que há no outro, deixando de lado o que passou, tudo o que foi conhecido, visto, pois cada ser é único e necessita de um olhar calmo, profundo, sem pressa ou correções, apenas ser visto como é...

    ResponderExcluir
  24. Enquanto houver um história de amor sempre haverá um poeta. A história nunca termina se tiver alguém para escrever. Gostei deste texto, em relação aos outros, parece mais com o que estou habituado a escrever.
    Estou te seguindo e te convido a participar do meu site.

    http://lua-lobo-candeia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir